sexta-feira, 20 de abril de 2012

Meu profundo sofrimento

Prezado leitor,

Os brinquedos da Angélica: um
arranhador e um pintinho de corda
Você não sabe: estou mesmo na pior... Minha dona encheu Angélica de presentes... Dá pra acreditar? Comprou um arranhador lindo, além de um brinquedo que eu também tinha quando era filhote: um pintinho de corda... Pra você ter uma ideia do meu profundo sofrimento, ela ainda levou Angélica na MINHA veterinária! Não consigo acreditar... E ainda isto: a consulta estava marcada pra mim. Mas somente porque a vira-lata apareceu com sarna, tomou meu lugar na MINHA caixa de transporte.

Miau... Vida de gata-escritora não é fácil... Não bastasse todos esses    problemas, ainda preciso trabalhar. Não sei por que minha dona inventou este blog. É mais um trabalho forçado. Já tenho que fazer xixi, cocô, me lamber... Por mim eu só dormia e comia... Mas o chato xxé que preciso acordar, e uma hora a comida sempre acaba...

Sushi foi adotado  perto da Páscoa!
Ah, leitor, estou muito desiludida... Depois de anos dando carinho e ronronando pra minha dona, ela me troca por uma ratinha... Angélica é muito feia. Pra completar, sarnenta. Nojenta! Pelo menos eu também precisei de remédio pra não pegar a sarna. Pelo menos no momento de aplicá-lo na minha nuca, a minha dona olhou pra mim... 

João Filipe, João Pedro e Sushi
Mas podia ser pior, é o que penso, tentando me consolar. Você não sabe, leitor, o que houve com meu amigo Sushi. Miau. Primeiro deixa eu te explicar quem é ele. O gato dos meus melhores amigos, João Pedro e João Filipe. Aliás, este blog é dedicado aos dois, se é que você já não sabe. O que houve com o Sushi: subitamente, na Páscoa, João Pedro e João Filipe ganharam um coelho de presente!

Já pensou, leitor, você, um gato, viver junto com um coelho?? Deus me  livre que isso me acontecesse! Se eu pudesse comer os chocolates que eles trazem... Mas minha dona não deixa.

Prezado leitor, você tem alguma notícia pra me alegrar?

Atenciosamente,

Clarice.




quinta-feira, 5 de abril de 2012

Angélica chegou!

Prezado leitor,

Você não sabe o que aconteceu esses dias: Angélica realmente chegou aqui em casa! MINHA dona já tinha me avisado, mas EU tinha esperança de que ela desistisse. É mesmo uma gata vira-lata, dizem que tem um ascendente siamês. Na MINHA opinião, só se for muito distante, porque ela mais parece um rato ridículo...

No primeiro dia, MINHA dona me deixou no MEU quarto, sentia o cheiro da filhote de longe... Quando finalmente a vi, voltei para o quarto. Lá tem uma mesinha ótima para eu me esconder debaixo.

Nesse lugar, ninguém me incomoda, é aconchegante e bom para refletir. Ali, bem concentrada, raciocinei e tirei as seguintes conclusões:

Eu em momento de reflexão...
 - Angélica tem só meio quilo, enquanto EU tenho seis quilos inteiros!          
 - Ela ainda não tem dois meses, enquanto EU já tenho alguns anos!
 - Ela só sabe miar, enquanto EU sei ler e escrever!
 - Ela quase não tem pelo, enquanto EU tenho pelos longos!
 - Ela não é quase nada, enquanto EU sou praticamente tudo!
 - EU preciso comer, e debaixo da mesinha MINHA comida não vem!

Então saí do esconderijo e aguardei MINHA dona me servir. Quando vi MEU prato cheio, corri, mas a ratinha chegou bem perto, querendo também. Essa foi demais! Pela primeira vez na vida, precisei rosnar! Rosnei! Rosnei! Mas ela não teve medo de mim! MINHA dona é que teve pena (de mim) e pôs comida também no prato da rata...
Angélica no segundo dia.

Como pode essa minúscula não respeitar MINHA refeição? Isso                            precisa mudar! Para você ter uma ideia de como é ridícula, eis uma foto dela ao lado do mesmo telefone da minha foto acima... É minúscula
mesmo!

Prezado leitor, agora está resolvido: vou desenvolver MEU lado selvagem. Afinal, sou da família dos felinos e posso rugir, como fazem os leões! Faz sentido, pois pertenço à realeza: enquanto o leão é o rei da selva, a gata é a rainha da casa... Veja neste vídeo como pretendo fazer:
video

Vou ficar ótima, não? Angélica é que não vai gostar, vai ter tanto medo que talvez fuja de casa.... Tomara!

Leitoras Dani, Ilana, Hanna e Ale, muito obrigada pelos comentários carinhosos por ocasião da minha primeira postagem! A partir de hoje, publico um texto novo a cada quinze dias.

Atenciosamente, 
Clarice